FAQ - Atuadores pneumáticos

Cilindros normalizados

Cilindros compactos

Cilindros sem haste

Atuadores giratórios

...

Cilindros normalizados

Qual o desvio de curso admissível nos cilindros normalizados?

Por causa das tolerâncias de manufatura, as normas DIN ISO6431 e 6432 permitem um determinado desvio do comprimento de curso em relação ao valor nominal. Essas tolerâncias são sempre positivas. Os desvios exatos estão indicados na tabela a seguir:

Norma Diâmetro do cilindro
mm
Comprimento de curso mm Desvio admissível de curso mm
DIN ISO 6432 8, 10, 12, 16, 20, 25 ...500 +1.5
       
DIN ISO 6431 32, 40, 50 ...500 +2
  32, 40, 50 500...1250 +3.2
  63, 80, 100 ...500 +2.5
  63, 80, 100 500...1250 +4
  125, 160, 200, 250, 320 ...500 +4
  125, 160, 200, 250, 320 500...1250 +5

Up

O que significa a dimensão linear “L1+”?

O comprimento L1 especifica o comprimento básico do cilindro se fosse produzido com curso zero. O sinal + está relacionado com o curso, ou seja, o comprimento de curso é somado ao comprimento “L1”.

Up

Como proteger a haste de modo eficiente?

Para os cilindros normalizados, a Festo oferece conjuntos que protegem a haste de óleo, graxa, ácidos, emulsões, combustível e outras substâncias. Cilindro normalizado conforme VDMA 24562-1 diâmetro 32...100 mm curso 250...500 mm

Up

O cilindro convencional DSNU-... também está disponível com a haste quadrada?

Antes a designação de um cilindro normalizado do tipo DSNU-... com haste quadrada era DSNUL-... Atualmente esse cilindro é produzido com a designação DSNU-...-...-Q. O sufixo "Q" indica a haste quadrada. Esses cilindros são processados utilizando códigos de módulo; isso significa que o código de peça define somente o cilindro básico. Todas as características, tais como comprimento de curo ou haste quadrada, são selecionadas individualmente por meio do sistema modular. O sistema modular permite combinações que antes só eram possíveis como desenvolvimentos especiais. A tabela a seguir compara os códigos de peça e designação de tipos anteriores com os códigos de peça e designações atuais.

Antigo
código de peça
Antiga
designação de tipo
Novo
código de peça
Nova
designação de tipo
19585 DSNUL-12-... 193988 DSNU-12...-...-Q
19586 DSNUL-16-... 193989 DSNU-16...-...-Q
19587 DSNUL-20-... 193990 DSNU-20...-...-Q
19588 DSNUL-25-... 193991 DSNU-25...-...-Q

Up

Os cilindros de simples ação ESNU-... podem ser usados como cilindros de dupla ação?

Cilindros da série ESNU-... com tamanho nominal 32 ou maiores podem ser utilizados como cilindros de dupla ação. Remova o parafuso regulador de fluxo da conexão de escape. Substitua-o por uma conexão (p.ex. tipo QS-...). Atenção: a força do cilindro é menor quando for contra a força efetiva da mola (subtrai-se a força da mola) e maior na direção oposta (adiciona-se a força da mola).

Up

É possível atingir mais do que duas posições definidas utilizando cilindros normalizados?

Conectando-se dois cilindros, é possível atingir até quatro posições. Os dois cilindros são conectados pela parte inferior utilizando um conjunto de montagem para múltiplas posições. Cilindro normalizado DNC: conjunto de montagem para múltiplas posições DPNC. Cilindro compacto ADN: conjunto de montagem para múltiplas posições DPNA

Up

Consumo de ar com cilindros normalizados

Consumo de ar teórico (litros padrão) a 6 bar por curso de 10 mm 

Diâmetro do cilindro
mm
Curso de avanço
Nl
Curso de retorno
Nl
8 0.0035 0.0026
10 0.0055 0.0046
12 0.008 0.006
16 0.014 0.012
20 0.022 0.018
25 0.034 0.029
32 0.056 0.048
40 0.088 0.074
50 0.137 0.115
63 0.218 0.196
80 0.352 0.317
100 0.550 0.515
125 0.859 0.803
160 1.407 1.319
200 2.199 2.111
250 3.436 3.299
320 5.630 5.412

Up

Os cilindros padrão da Festo estão disponíveis somente nos comprimentos de curso padrão indicados?

Os cilindros padrão também podem ser produzidos com qualquer comprimento de curso até o máximo curso especificado. 

Up

Que tamanho deve ter o parafuso para montar os cilindros normalizados ADN-... e AEN-...?

Os cilindros normalizados ADN-...and AEN-… podem ser montados diretamente, sem elementos de fixação. Os dois cabeçotes (dianteiro e traseiro) são instalados na camisa do cilindro, cada um com dois ou quatro parafusos. Esses parafusos têm roscas internas para montagem do cilindro. O cilindro também pode ser montado com parafusos que atravessam todo o cilindro. O tamanho desses parafusos para montagem do cilindro está indicado na tabela a seguir.

Diâmetro do cilindro Tamanho da rosca no cilindro Tamanho da rosca para o furo pasante
12 M4 M3
16 M4 M3
20 M5 M4
25 M5 M4
32 M6 M5
40 M6 M5
50 M8 M6
63 M8 M6
80 M10 M8
100 M10 M8
125 M12 M10

Up

A Festo também fornece cilindros normalizados que exercem uma força ainda maior com o mesmo diâmetro?

Sim, trata-se de cilindros de alto esforço. Neste tipo de cilindro, a área do êmbolo é aumentada simplesmente tendo a mesma área trabalhando diversas vezes sucessivamente. Os cilindros normalizados a seguir podem ser obtidos na Festo como cilindros de alto esforço (cilindros gêmeos): ADNH-... , DNCT-...

Up

A porca da haste está inclusa no fornecimento do cilindro normalizado DSNU?

Os cilindros com diâmetro de 8-20mm são fornecidos sem a porca da haste. Nos diâmetros de 25mm e maiores, a porca da haste (rosca de precisão) está inclusa no fornecimento.

Up

DSNU versão S2 (haste passante): as versões K2, K3, K5, K6, K8 e Q têm haste simples ou possuem roscas nas duas extremidades?

K2 (haste com rosca externa prolongada): nas dois lados; K3 (haste com rosca interna): nos dois lados; K5 (haste com rosca especial): nos dois lados; K6 (haste com rosca externa reduzida): em um dos lados; K8 (haste prolongada): em um dos lados;  Q (haste quadrada): em um dos lados

Up

Posso utilizar algum cilindro padrão com temperaturas superiores a 80 °C?

Os cilindros com vedação de borracha com flúor também podem ser utilizados com temperaturas de até 120° C. Essa versão de cilindro é identificada com a designação S6.

Up

A Festo fornece cilindros e válvulas específicos para o segmento automobilístico?

Existem cilindros, válvulas e acessórios desenvolvidos especialmente para a indústria automobilística. Eles estão listados em catálogos específicos para a automobilística. Esses catálogos estão disponíveis em  CD-ROM em alemão/inglês/espanhol, código 53836.

Up

Cilindros compactos

Qual a tolerância de curso dos cilindros compactos ADVU-... ?

A tolerância de curso para esse tipo de cilindro é de +1 mm. Esse valor é válido tanto para o diâmetro do cilindro como para o comprimento de curso.

Up

Os cilindros compactos ADVU/L também podem ser montados utilizando parafusos que atravessam todo o corpo do cilindro?

Todos os cilindros compactos ADVU podem ser montados através do corpo, com uma exceção: o cilindro compacto ADVU com diâmetro 125. O design desse cilindro é diferente e, por isso, não pode ser montado dessa maneira. O mesmo vale para o cilindro ADVUL, só que, nesse caso, apenas 2 furos passantes estão disponíveis, em vez de 4.

Up

Qual o tamanho do parafuso utilizado na montagem dos cilindros compactos ADN-... e AEN-... ?

Os cilindros compactos ADN-...e AEN-… podem ser montados diretamente sem peças de fixação. Os dois cabeçotes (dianteiro e traseiro) são fixados na camisa do cilindro, cada um utilizando dois ou quatro parafusos. Esses parafusos têm roscas internas para montagem do cilindro. O cilindro também pode sre montado com parafusos que atravessam todo o cilindro. O tamanho dos parafusos para montagem do cilindro está indicado na tabela a seguir.

Diâmetro do cilindro Tamanho da rosca no cilindro Tamanho do parafuso para furo passante
12 M4 M3
16 M4 M3
20 M5 M4
25 M5 M4
32 M6 M5
40 M6 M5
50 M8 M6
63 M8 M6
80 M10 M8
100 M10 M8
125 M12 M10

Up

Que tamanho de parafuso deve utilizar para montar os cilindros compactos ADVU-... e AEVU-... ?

Os cilindros compactos ADVU-... e AEVU-... podem ser montados diretamente, sem peças de fixação. Os dois cabeçotes (dianteiro e traseiro) são instalados na camisa do cilindro, cada um com quatro parafusos. Esses parafusos têm roscas internas para montagem do cilindro. O cilindro também pode ser montado com parafusos que atravessam todo o cilindro. Confira na tabela a seguir o tamanho dos parafusos para montagem do cilindro.

Diâmetro do cilindro Tamanho da rosca no cilindro Tamanho do parafuso para o furo passante
12 M4 M3
16 M4 M3
20 M5 M4
25 M5 M4
32 M6 M5
40 M6 M5
50 M8 M6
63 M10 M8
80 M10 M8
100 M10 M8
125 M12 -

Up

Que broca devo utilizar para cortar as roscas da camisa do cilindro compacto ADVU / AEVU?

Os parafusos de flange que conectar o mancal e os cabeçotes à camisa do cilindro são parafusos autoatarraxantes. Isso significa que a rosca é formada à medida que o parafuso de flange é aparafusado. 

Up

Qual rosca interna está localizada na haste do cilindro compacto ADVUL-...-S2 (com haste passante)?

A rosca para esta versão de cilindro é a mesma utilizada para o cilindro normalizado ADVU-... com uma rosca interna.

Tamanho do cilindro Tamanho da rosca
ADVUL-12-... M3
ADVUL-16-... M4
ADVUL-20-... M5
ADVUL-25-... M5
ADVUL-32-... M6
ADVUL-40-... M6
ADVUL-50-... M8
ADVUL-63-... M8
ADVUL-80-... M10
ADVUL-100-... M12

Up

É possível atingir mais do que duas posições definidas usando cilindros compactos?

Até quatro posições podem ser atingidas quando dois cilindros são conectados. Os dois cilindros são fixos pela parte inferior com um conjunto de montagem para múltiplas posições. Cilindros AND: conjunto de montagem para múltiplas posições DPNA. Cilindros compactos ADVU: conjunto de montagem para múltiplas posições DPVU

Up

Os cilindros de simples ação AEN-... podem ser utilizados como cilindros de dupla ação?

O tipo de construção do cilindro AEN não permite sua utilização como um cilindro de dupla ação.

Up

Quanto pesam os cilindros ADN/AEN?
Diâmetro do cilindro Peso básico
g
Por curso de 10 mm
g
12 77 12
16 79 14
20 131 21
25 156 23
32 265 30
40 346 37
50 540 51
63 722 59
80 1300 79
100 2154 98
125 2880 117

Up

A Festo também fornece cilindros compactos que exerçam uma força ainda maior com o mesmo diâmetro?

Sim, são os chamados cilindros de alto esforço.  Neste tipo de cilindro, a área do êmbolo é aumentada simplesmente por ter a mesma área trabalhando várias vezes sucessivamente. Os seguintes cilindros compactos podem ser obtidos na Festo como cilindros de alto esforço (cilindros gêmeos): ADNH-... , ADVUT-...

Up

A Festo também fornece parafusos para a montagem dos atuadores pneumáticos ADVC e AEVC?

Sim, porque alguns tamanhos de parafuso não podem ser obtidos em qualquer lugar, os parafusos de montagem também podem ser fornecidos pela Festo. Para mais informaçòes, entre em contato com nossa Linha Direta.

Up

O cilindro de simples ação AEVU-... pode ser utilizado como cilindro de dupla ação?

Os cilindros compactos da série AEVU-... com diâmetros nominais de 32 ou maiores (com exceção do diâmetro 50) também podem ser usados como cilindros de dupla ação. Remova o filtro na conexão de escape e substitua-o por uma conexão (p.ex. tipo QS-...). Atenção: a força do cilindro é menor quando for contrária à força efetiva da mola (diminuída pela força da mola) e maior na direção oposta (acrescentado o valor da força da mola). Se você precisa de um cilindro tamanho 25 ou 50 com retorno por mola para ser utilizado como um cilindro de dupla ação, basta indicar no seu pedido que o cilindro tipo AEVU-… será empregado como cilindro de dupla ação.

Up

O cilindro de parada STA/F pode ser utilizado como cilindro de dupla ação?

Este tipo de cilindro também pode ser usado como um cilindro de dupla ação. Para isso, basta remover o filtro na conexão de escape e substitui-lo por uma conexão (p.ex. tipo QS-...). Atenção: a força do cilindro é menor quando contrária à força efetiva da mola (menos o valor da força da mola) e maior na direção oposta (mais o valor da força da mola).

Up

Os cilindros compactos da Festo estão disponíveis somente com os cursos padrãos listados?

A maioria dos cilindros compactos podem ser produzidos com qualquer comprimento de curso, sempre obedecendo ao curso máximo especificado. 

Up

Em que lugar dos cilindros gêmeos/cilindros de alto esforço DNCT, ADVUT e ADNH é possível haver detecção de posição utilizando sensores de proximidade?

Somente o primeiro êmbolo (lado da haste) possui um ímã para detecção, de modo que a detecção de posição só pode ocorrer na área da ranhura para sensor da camisa do primeiro cilindro.

Up

Cilindros sem haste

Onde são utilizados os cilindros sem haste?

Cilindros sem haste podem ser utilizados em vários locais, como p.ex. esteiras transportadoras ou para elevação vertical em espaços reduzidos. Uma vantagem do cilindro sem haste é que eles têm a mesma força nas duas direções. Além disso, não é preciso observar a força  de flambagem quando esses cilindros são utilizados. 

Up

O uso de amortecedores hidráulicos reduz o curso de um atuador linear sem haste DGPL?

Não. O suporte do amortecedor hidráulico pode ser montado bem longe, de forma que o curso não seja afetado pelo uso de amortecedores hidráulicos.  

Up

Todos acessórios necessários já estão inclusos no fornecimento de um cilindro sem haste DGC, se eu utilizar o sistema modular para selecionar uma versão com módulo de posição intermediária?

No fornecimento estão inclusos o suporte de amortecedor hidráulico para o batente DADP, um ou dois batentes reguláveis KYC (para limitação mecânica da posição final) e o amortecedor hidráulico YSR ou YSRW.

Entretanto, o módulo externo de posição intermediária só pode ser selecionado no configurador se um amortecedor hidráulico ou um limitar mecânico de posição final já tiver sido selecionado.

Um atuador já existente também pode receber um módulo de posição intermediária se forem encomendados os respectivos acessórios  (DADP, DADM, KYC e YSR(W)).

Up

Qual o comprimento de um atuador linear DGPL com guia prolongada?

 Comprimento total DGPL

Diâmetro Comprimento total L1 + comprimento do curso
18 230 mm
25 300 mm
32 380 mm
40 470 mm
50 550 mm
63 650 mm

Up

Como posso acionar um cilindro sem haste?

Exemplo de diagrama de circuitos

 Acionamento do DGC

Up

Em qual cabeçote traseiro do atuador linear sem haste DGP/L estão localizadas como padrão as conexões de alimentação?

Os dois tamanhos 8 e 12 só estão disponíveis com uma conexão de alimentação em cada cabeçote traseiro. Nos tamanhos 18 e maiores, as duas conexões de alimentação estão localizadas em um lado (exceção: versão "D2" tem uma conexão de alimentação em cada lado). Na versão padrão, as conexões de alimentação estão no cabeçote do lado direito (veja ilustração).

 

Up

É possível converter um atuador linear sem haste DGPL-... com guia com buchas deslizantes em um com guia de esferas recirculantes?

Sim, é possível. Para saber mais detalhes, entre em contato com nosso Serviço Pós-Vendas.

Up

Com que frequência é preciso lubrificar os componentes da guia de esfera recirculantes do atuador linear sem haste DGPL/DGEL?

Os componentes da guia de esferas recirculantes instalados até o ano 2000 são identificados por uma vedação raspadora preta e devem ser lubrificados a cada 400 km. As guias de esferas recirculantes mais novas, com vedação raspadora cinza, devem ser lubrificadas a cada 5000 km ou no mínimo a cada 3 anos. É preciso lubrificar com mais frequência nos seguintes casos: cursos > 2000 mm, cursos < 50 mm, velocidades > 2 m/s, maior acúmulo de sujeira em áreas próximas. A guia deve mover-se sobre o trilho durante o processo de lubrificação (graxas admissíveis: KP2K conforme DIN 51825).

Up

Quais graxas são aprovadas para lubrificar os componentes da guia de esferas recirculantes do atuador linear sem haste DGPL/DGEL?

Graxa KP2K conforme DIN 51825, p.ex. Shell Retinax A Klüber Centoplex 2EP Fuchs Notropeen LXG 00 (para diâmetros de até 18 mm) Rhenus Norlith STM 2 (para diâmetros de 25 mm e maiores)

Up

Que tipo de amortecedor hidráulico deve ser utilizado com qual cilindro sem haste DGC?

A tabela a seguir indica os códigos de peça dos respectivos amortecedores hidráulicos.

GF - Guia com buchas deslizantes
KF - Guia com esferas recirculantes

  

Diâmetro da guia Autoajustável Autoajustável, progressivo
8
GF/KF
655538 540344
12 655539 540345
18
GF
669624 540346
25
GF
669625 540348
32
GF
669626 540350
40
GF
669627 540352
18
KF
669617 540347
25
KF
669618 540349
32
KF
669619 540351
40
KF
669620 540353

 

Up

Qual amortecedor hidráulico é utilizado com qual atuador linear sem haste DGPL?
Diâmetro nominal Código Tipo de amortecedor hidráulico
18 34 571 YSR-8-8-C
25 34 572 YSR-12-12-C
32 34 572 YSR-12-12-C
40 34 573 YSR-16-20-C
50 34 573 YSR-16-20-C
63 34 574 YSR-20-25-C
80 34 574 YSR-20-25-C

Up

Quanto pesa o compensador de momento FKP-... ?
FKP-... Peso em g
8/12 36
18 102
25/32 234
40 376
50/63 706
80 1950

Up

O atuador sem haste DGC-... pode ser instalado usando somente elementos de fixação do perfil?

Sim, desde que nenhum outro suporte central seja necessário, o DGC-... pode ser montado usando pelo menos dois elementos de fixação no perfil.

Up

Como os elementos de fixação auxiliar são instalados na ranhura do perfil dos cilindros sem haste DGC-...?

Um elemento de fixação auxiliar só pode ser instalado na ranhura quando a proteção do DGC for removida. O elemento de fixação auxiliar pode então ser inserido na ranhura do perfil pela lateral.

Up

O compensador de momento (FKP) de um atuador linear sem haste DGP-... pode ser montado junto com uma unidade fixação (KV/KH)?

O compensador de momento (FKP) do atuador linear sem haste DGP-... pode ser montado com uma unidade de fixação em todos os tamanhos.

Up

O que é preciso observar em relação ao comprimento do curso ao selecionar um atuador linear sem haste DGPL/DGC com guia adicional?

A instalação de guias adicionais reduz o comprimento de curso selecionado em pelo menos o comprimento da(s) guia(s). Se as guias também forem montadas no trilho guia com um espaço entre elas, o comprimento de curso é reduzido também pelo comprimento do espaço. Para obter novamente a distância de deslocamento desejada, o comprimento da guia e, se for o caso, o espaço entre as guias deve ser adicionado ao comprimento de curso ao fazer o pedido.

Up

É possível montar o suporte de amortecedor KYP em um atuador linear sem haste DGPL na versão com proteção?

Os suportes de amortecedor KYP são instalados abaixo da proteção. Antes de instalar o KYP, você deve remover os parafusos da proteção. Depois basta afastar a proteção para o lado e montar o suporte do amortecedor.

Up

É possível substituir um atuador linear sem haste DGPL por um atuador sem haste DGC?

O DGC-GF/KF é compatível com o DGPL-GF/KF. No entanto, é preciso utilizar um pé adaptador (HPC-xx-SH/SO) para manter as mesmas dimensões do montagem por pés na montagem por guia. A interface da guia do DGC-GF/KF é igual à do DGPL-GF/GF. O DGC-G (versão básica) não é compatível com o DGP (sem guia).

Up

Atuadores giratórios

O tempo de amortecimento é levado em consideração nos gráficos "momento de inércia admissível em função do tempo de rotação" nas versão de atuadores giratórios com amortecedor hidráulico?

O tempo de amortecimento está incluso no tempo de rotação dos atuadores giratórios com êmbolo duplo DRQD. Nos atuadores giratórios DSM, o tempo de rotação é indicado somente até o ponto em que o amortecedor hidráulico chega no batente. O tempo de amortecimento do amortecedor hidráulico deve ser adicionado a esse tempo para se obter o tempo total de rotação (consulte os catálogos para ver os valores).

Up

Como é definida a conexão de alimentação à esquerda (AL) e à direita (AR) nos atuadores giratórios com êmbolo duplo DRQD?

A ranhura do sensor fica na parte traseira e o eixo de acionamento fica na parte superior. Na versão AL, as conexões de alimentação estão localizadas no lado esquerdo (veja figura). Na versão AR, as conexões de alimentação estão localizadas no lado direito. 

 

Up

As especificações de carga "estática" e "dinâmica" para os atuadores giratórios de êmbolo duplo DRQD estão relacionadas ao comportamento do atuador ou ao comportamento da carga?

As forças axiais e radiais estáticas e dinâmicas dizem respeito ao atuador. Isso significa que, se o atuador não estiver em movimento, são válidos os valores de carga estática, mesmo que a carga em si não for estática. 

Up

Como posso ajustar a posição final do atuador giratório com êmbolo duplo DRQD-… ?

Atuadores giratórios DRQD-... são ajustados de fábrica com um ângulo nominal de rotação  (90° / 180° / 360° / X°)

Para mudar o ângulo de rotação, proceda da seguinte maneira:

 

Atuador giratório com êmbolo duplo DRQD-…-PPVJ com amortecimento nas posições finais:

  • Para aumentar o ângulo de rotação: gire o parafuso de ajuste no sentido anti-horário
  • Para diminuir o ângulo de rotação: gire o parafuso de ajuste no sentido horário

Atuador giratório com êmbolo duplo DRQD-...-YSRJ com amortecedor hidráulico:

1. Afrouxe a porca sextavada tamanho 1 (largura entre as superfícies planas: 1)

2. Ajuste o ângulo de rotação da porca sextavada tamanho 2 utilizando uma chave de boca 

  • Para aumentar o ângulo de rotação: gire o parafuso de ajuste no sentido anti-horário
  • Para diminuir o ângulo de rotação: gire o parafuso de ajuste no sentido horário

3. Aperte a porca sextavada tamanho 1.

 

Up

Os atuadores giratórios DSM também estão disponívels com uma haste passante vazada?

Sim, a versão com eixo com flange DSM-...-FW possui um furo passante no tamanho 12 ou maior. Os tamanhos DSM-12 e DSM-16 possuem uma rosca M5 e um furo com 4,2 mm de diâmetro. Os tamanhos DSM-25 e DSM-32 possuem uma rosca 1/8" e um furo com 8,6 mm de diâmetro, enquanto o tamanho DSM-40 tem uma rosca 1/4" e um furo com diâmetro de 11,5 mm.

Up

Qual a posição da chave de ajuste no atuador giratório DRQ?

Se você estiver olhando para o eixo de acionamento, a chave de ajuste fica na parte superior. O eixo de acionamento movimenta-se no sentido horário.

Up

Qual elemento de fixação auxiliar se ajusta no perfil do elemento de fixação auxilliar do eixo com flange com alimentação de passagem de energia (SD..., E...) nos atuadores giratórios com êmbolo duplo DRQD-16...50?

O elemento de fixação auxiliar HMBN-5-2M5 com código 186566 pode ser usado para a montagem.

Up

Consumo de ar do atuador rotativo DRQ
Tipo Consumo de ar
a 6 bar e ângulo de rotação de 90°
DRQ-16-... 0.019 l por curso
DRQ-20-... 0.037 l por curso
DRQ-25-... 0.076 l por curso
DRQ-32-... 0.159 l por curso
DRQ-40-... 0.296 l por curso
DRQ-50-... 0.583 l por curso
DRQ-63-... 1.175 l por curso
DRQ-80-... 2.369 l por curso
DRQ-100-... 4.738 l por curso

Up

Consumo de ar do atuador giratório com êmbolo duplo DRQD
Tipo Consumo de ar
a 6 bar com ângulo de rotação de 180°
DRQD-6-... 0.009 l por curso
DRQD-8-... 0.018 l por curso
DRQD-12-... 0.038 l por curso
DRQD-16-... 0.078 l por curso
DRQD-20-... 0.137 l por curso
DRQD-25-... 0.263 l por curso
DRQD-32-... 0.542 l por curso
DRQD-40-... 0.873 l por curso
DRQD-50-... 1.724 l por curso

Up

Consumo de ar do atuador giratório DSR e DSRL
Tipo Consumo de ar
a 6 bar com ângulo de rotação de 180°
DSR-10-..
DSRL-10-....
0.017 l por curso
DSR-12-..
DSRL-12-....
0.046 l por curso
DSR-16-..
DSRL-16-....
0.1 l por curso
DSR-25-..
DSRL-25-....
0.225 l por curso
DSR-32-..
DSRL-32-....
0.454 l por curso
DSR-40-..
DSRL-40-....
0.994 l por curso

Up

Consumo de ar do atuador giratório DSM
Tipo Consumo de ar
a 6 bar
DSM-6-... 0.0006 l por curso com ângulo de rotação 90°
DSM-8-... 0.0007 l por curso com ângulo de rotação 90°
DSM-10-... 0.0055 l por curso com ângulo de rotação 90°
DSM-12-... 0.082 l por curso com ângulo de rotação
270°
DSM-16-... 0.163 l por curso com ângulo de rotação
270°
DSM-25-... 0.288 l por curso com ângulo de rotação
270°
DSM-32-... 0.632 l por curso com ângulo de rotação 270°
DSM-40-... 1.168 l por curso comângulo de rotação 270°

Up

...

Por que o tamanho do êmbolo da miniguia DGSL não está de acordo com as especificações do código de tipo?

Isso ocorre para fazer com que a miniguia DGSL possa ser melhor comparada com a miniguia anterior do tipo SLT, que tem dois êmbolos e, portanto teria uma força de cilindro maior para o mesmo tamanho, quando comparada à DGSL. Por esse motivo, o êmbolo da DGSL é sempre um número maior do que o código especificado, para que a força do cilindro seja similar à da guia SLT de mesmo tamanho e modelo.

Up

Qual é o torque de aperto da contraporca no cilindro roscado EGZ?

Confira o torque máximo de aperto da contraporca no corpo do cilindro roscado EGZ para uma profundidade mínima de rosca (de acordo com a largura da porca) na tabela abaixo:

Tipo Torque de aperto
EGZ-6 Máx. 8 Nm
EGZ-10 Máx. 20 Nm
EGZ-16 Máx. 50 Nm

Up

Que tamanho deve ter o furo do cilindro roscado EGZ?

Para que o o-ring do EGZ possa vedar o atuador no furo, é preciso observar os seguintes diâmetros.

 EGZ

Tipo Diâmetro do furo d1
EGZ-6 7.6 H7
EGZ-10 12 H7
EGZ-16 18.5 H7

 

Up

Como se aciona um cilindro com clipe de retenção?

Se houver falha de pressão, a haste fica presa. O clipe de retenção é controlado separadamente.

Exemplo de diagrama de circuito

 Exemplo de diagrama de circuitos

Up

Como é o sistema de controle de duas pressões de um cilindro com haste?

Dois exemplos de diagramas de circuitos

 Sistema de controle de duas pressões

Up

Como posso acionar um cilindro de múltiplas posições?

Exemplo de diagrama de circuitos

Mehrstellungszylinder

Up

O que significam os códigos complementares dos cilindros, como p.ex. S2 ou R8?

A maioria dos cilindros está disponível em diversas versões. Essas versões são identificadas por um código de tipo adicional.

Versão Característica Descrição
Q Haste quadrada Proteção antigiro
S2 Haste passante Os tipos de rosca são iguais nas duas extremidades da haste.
S20 Haste passante vazada Própria para aplicações com vácuo
S6 Vedações resistentes a temperaturas de até 120° C Resistência à temperatura
S10 Baixa velocidade Próprio para movimentos lentos de curso a uma velocidade constante e sem atrito ao longo de todo o curso do cilindro. A vedação contém graxa de silicone (com substâncias agressivas a revestimento por pintura).
S11 Baixo atrito As vedações especiais reduzem consideravelmente o desgaste do sistema. Isso corresponde a uma pressão de resposta consideravelmente menor. A vedação contém graxa de silicone (contém substâncias agressivas a revestimento por pintura).
CT Isento de cobre, PTFE e silicone  
R3 Alto grau de proteção contra corrosão Todas as superfícies externas do cilindro têm classe 3 de resistência à corrosão conforme a norma Festo 940 070. A haste é feita de aço resistente a ácidos e à corrosão.
R8 Proteção contra pó utilizando anéis limpadores O cilindro é ajustado com uma haste revestida com cromo duro e um anel limpador rígido, que protege contra meios secos e empoeirados.
K2 Haste com rosca externa prolongada  
K3 Haste com rosca interna  
K5 Haste com rosca especial Rosca métrica normalizada conforme ISO
K7 Haste com rosca externa Faces chanfradas especiais
K8 Haste prolongada  
K10 Haste de alumínio anodizado Ideal para uso em ambientes de solda:
- Proteção contra filetes de solda
- Pequenas massas em movimento
- Superfície mais dura em comparação com o aço
- Vida útil longa
KP Com clipe de retenção Clipe de retenção integrado na haste
EL Com trava de posição final Trava na posição final como sistema de segurança contra quedas em aplicações críticas de segurança. Se houver uma queda de pressão, a haste fica segura na posição final, impedindo sua queda.

Up

Qual a diferença entre um cilindro de simples ação e um cilindro de dupla ação?

Um cilindro de simples ação avança ou retorno por meio do ar e se movimenta na direção oposta à sua posição inicial por meio de uma mola integrada. No cilindro de dupla ação, o movimento nas duas direções é feito pelo ar.

Up

Qual amortecedor hidráulico deve ser utilizado com qual guia SLT-... ?
Guia Amortecedor hidráulico Código
SLT-10 YSRT-5-5-C 649653
SLT-16 YSRT-7-5-C 649654
SLT-20 YSRT-8-8-C 649655
SLT-25 YSRT-12-12-C 649656

Up

As especificações "estático" e "dinâmico" dos atuadores SLT/SLF/SLS e DFP dizem respeito ao comportamento do atuador ou da carga?

Características do atuador: se o atuador não estiver se movendo, são válidos os valores de carga estática, mesmo se a carga em si não for estática.

Up

É possível ajustar a folga na miniguia SLT?

Não, os mancais são tensionados durante a instalação, de forma que não possuem folga. 

Up

O cilindro gêmeo SPZ pode ser detectado pelos dois lados usando um sensor de proximidade?

No caso deste cilindro, o sensor de proximidade é montado na régua de fixação do sensor. Na teoria, essa régua pode ser instalada nos dois lados do cilindro. No entanto, como um ímã permanente está inserido na guia apenas em um dos lados, a detecção por um sensor de proximidade só é possível por esse lado.  

Up

Qual é o máximo torque de aperto admissível no cilindro roscado EGZ-... ?

O torque de aperto aplicado às roscas externas do cilindro roscado EGZ-... não pode ultrapassar os seguintes limites:

Tamanho do cilindro Máx. torque de aperto
Nm
EGZ-6-... 8
EGZ-10-... 20
EGZ-16-... 50

 

Up

Qual é o perfil cônico na extremidade da haste cônica do grampo linear/articulado CLR-...?

O cone da haste tem um perfil cônico de 1:10, que corresponde a um ângulo de 2° 51' 36''.

Up

A Festo também fornece cilindros para baixas temperaturas de até -40° C?

A Festo oferece cilindros para uma faixa de temperatura de até -40° C.

Up

É possível obter um atuador pneumático com haste passante vazada?

A Festo dispõe de várias séries de cilindros pneumáticos que também podem ser encomendados com uma haste passante fazada. São os cilindros ADVU-..., DZF-..., DNC-..., DMM-..., DSL-..., DSM-... e DSRL. A versão com haste passante tem a designação S20. P.ex. DNC-32-100-PPV-A-S20

Up

É preciso pedir separadamente o sensor de proximidade ao encomendar cilindros com êmbolos magnéticos?
Festo offers a wide variety of different proximity sensors. It is not possible for Festo to specify the ideal proximity sensor in advance. Proximity sensors must therefore be ordered separately.

Up

A Festo também fornece cilindros telescópicos?

A Festo fornece cilindros de diferentes tipos e formas. No entanto, nosso programa de fornecimento não cobre todas as possibilidades. Cilindros telescópicos estão entre os poucos itens que não fornecemos. 

Up

Os cilindros e as válvulas Festo também podem operar com ar comprimido não lubrificado?

Em relação aos seus materiais e processamento, a maioria dos componentes Festo foram desenvolvidos para operar com ar comprimido lubrificado filtrado ou com ar comprimido não lubrificado filtrado. Esses componentes são sujeitos à lubrificação básica durante a montagem e podem, portanto, serem utilizados sem lubrificador. Em todos os casos, é preciso haver um filtro com grau de filtragem de 40 microns. Quando o meio indicado para os componentes for "ar comprimido não lubrificado filtrada", a Festo submete os componentes a testes aleatórios usando ar comprimido não lubrificado filtrado nas condições de teste. Os filtros com grau de filtragem de 5 ou 10 microns devem ser utilizados quando exigido pelas especificações técnicas. Se o ar for muito contaminado, recomendamos uma pré-filtragem do ar usando um filtro de 40 micron. Recomendados operar com ar comprimido lubrificado filtrado em locais sujeitos a condições ambientais e operacionais agressivas, como quando os cilindros executam movimentos extremamente rápidos (mais de 2 m/s). Não é possível operar sem lubrificação se o sistema já tiver sido operado uma vez com ar comprimido lubrificado. Como o ar comprimido lubrificado remove a lubrificação básica, depois os componentes devem sempre operar com ar comprimido lubrificado. Se você quiser modificar seu sistema para ar comprimido não lubrificado, é necessário substituir a lubrificação básica de todos os componentes.

Up

Qual a diferença entre os sensores de proximidade bifilares e os sensores de proximidade trifilares?

Os sensores de proximidade normalmente têm um LED integrado. No caso do sensor de proximidade bifilar, o LED está conectado em série, causando uma queda de tensão de 3...4 volts. Já no sensor de proximidade trifilar o LED está integrado em paralelo e, portanto, não há queda de tensão. Os contatos secos bifilares sem LED também não estão sujeitos à queda de tensão. 

Up

Os cilindros pneumáticos também podem ser operados com meios líquidos (hidráulica de baixa pressão)?

As vedações dos atuadores pneumáticos não são próprias para uso com meios hidráulicos. Além disso, o material da vedação corre o risco de sofrer corrosão química provocada pelo fluido. 

Up

Qual a força que um cilindro pode exercer?

A força teórica de um cilindro pneumático pode ser calculada por meio da seguinte fórmula:
F [N] = p [bar] x A [cm²] x 10

Exemplo: um cilindro com diâmetro nominal de 100 mm tem uma área de 78,5 cm². A uma pressão operacional de 6 bar, essa área exerce uma força de aproximadamente 4700 N (78,5 x 6 x 10).

Up

Qual é a máxima pressão admissível e carga de tração no acoplamento compensador angular FK-... ?
Tipo Pressão máxima admissível e
carga de tração N
FK-M4 750
FK-M5 1200
FK-M6 1200
FK-M8 2500
FK-M10 5000
FK-M10x1,25 5000
FK-M12 5000
FK-M12x1,25 5000
FK-M16 10000
FK-M16x1,5 10000
FK-M20 10000
FK-M20x1,5 10000
FK-M24 24000
FK-M27x2 30000
FK-M36x2 40000

Up

Como é possível parar um cilindro pneumático durante a operação sem um freio adicional ou uma unidade de fixação?

Desde que um certo grau de deslocamento por inércia ou a falha em atingir a posição final não seja problema para a aplicação, as válvulas de retenção servopilotadas podem executar essa função. Essas válvulas econômicas bloqueiam o ar nas duas câmeras do cilindro, impedindo assim que o cilindro continua se movimentando. 

Up

Qual a velocidade de deslocamento de um cilindro a uma determinada pressão operacional?

Não é possível fazer uma afirmação geral válida. A máxima velocidade possível ou o tempo de deslocamento alcançado dependem de parâmetros específicos da aplicação como p.ex. o tamanho do cilindro, o curso do cilindro, o amortecimento nas posições finais, a posição de instalação, massas a serem movimentadas e forças adicionais externas como o acionamento do cilindro (válvulas e mangueiras).
Para calcular o tempo de deslocamento alcançavel, você pode utilizar nosso software de dimensionamento pneumático "ProPneu". Você pode fazer o download do programa no site da Festo. No menu "Área para download", acesso "Download de softwares --> Grupo de produtos Ferramentas de engenharia --> Dimensionamento pneumático com ProPneu".

Up

Como se regula a velocidade de deslocamento de um cilindro pneumático?

A velocidade de deslocamento de um cilindro pneumático é ajustada pela vazão. Há duas opções: controlar o ar que entra (controle do ar de alimentação) ou o ar que sai (controle do ar de escape). Normalmente a vazão é controlada por meio de uma válvula reguladora de fluxo direcional. 

Up

Qual a função do amortecimento pneumático nas posições finais e como ele opera?

A energia cinética é calculada como o produto da massa e velocidade (J = 0.5 m x v²). Um cilindro na posição final deve ser capaz de transformar essa energia sem causar danos. Normalmente não é possível influenciar a massa que um cilindro deve ser capaz de mover. Por isso, procura-se manter a velocidade na posição final o mais baixa possível. Dependendo do diâmetro do cilindro, o ar de escape é bloqueado nos últimos centímetros do curso e liberado somente através de um ponto de controle de fluxo (com regulagem de fluxo ajustável). Isso faz com que contrapressão seja bem maior durente um tempo curso, agindo contra o movimento. A velocidade do cilindro é reduzida significativamente por um curto espaço de tempo e, se o amortecimento nas posições finais estiver ajustado corretamente, a energia cinética residual permanece inferior ao limite máximo admissível. Os cilindros com amortecimento pneumático nas posições finais possuem a designação de tipo PPV.

Up

Onde posso encontrar o suporte para sensor do cilindro de dupla ação DFC-6/10?

Dois suportes para os sensores SME/SMT-10 e respectivo material para montagem estão inclusos no fornecimento da guia mecânica. Se precisar substitur a peça, é possível solicitar um suporte para sensor como peça de reposição por meio do código 391321.

Up