Na montanha-russa das válvulas

Todos os anos, mais de meio milhão de visitantes vêm em grupos para o Familypark, o maior parque de diversões da Áustria. E a pneumática e o ar comprimido proporcionam o movimento nas várias atrações do parque. No entanto, para garantir que nada fique parado e que a segurança seja sempre mantida, os técnicos da Familypark concluíram um seminário de dois dias ministrado pela Festo Training and Consulting, incluindo o fator entretenimento.

Desenho de círculos no céu. Da esquerda para a direita. Cima e baixo. Completamente leve. Livre como um pássaro. Os sonhos de jovens e idosos podem tornar-se realidade em Burgenland, na Áustria. Um voo descontraído a 22 metros acima do chão na "Máquina Voadora do Leonardo" é apenas uma das várias atrações do Familypark em St. Margarethen que faz os olhos das crianças brilharem e é muito divertido para toda a família. Também os técnicos do parque de diversões aproveitaram a diversão durante o seminário de formação interno ministrado pela Festo Training and Consulting em St. Margarethen. Durante dois duas, girou tudo em volta da pneumática e da eletropneumática - e apenas de forma marginal nos carrosséis. E há muitos deles no Familypark, não muito longe do Lago Neusiedl: o maior parque de diversões da Áustria tem cerca de 60 atrações grandes e pequenas numa área de 145.000 metros quadrados (cerca de 36 acres de terra).

Diversidade aventureira

Desde a nostálgica locomotiva a vapor às florestas e prados, à espetacular viagem de montanha-russa, o parque aposta na diversidade. Há um bom motivo para isto. Para além dos quatro parques subaquáticos, há uma sala de espetáculos, restaurantes e jardins para fazer escalada que estão abertos desde meados de março até ao final de outubro. Só em 2016, 633.000 visitantes vieram experimentar o mundo aventureiro de Burgenland. Em 2018, a empresa familiar comemora o 50º aniversário, e muito bem equipada. Ou melhor, bem treinada.

Ambiente pneumático especial

Em conjunto com um especialista da Festo Training and Consulting, vários colaboradores do parque andaram na "montanha-russa das válvulas". Dois dias inteiros sem tonturas ou vertigens. O formador de longa data da Festo, Nobert Berneck, garantiu: “O seminário também foi particularmente emocionante para mim. A pneumática é usada aqui em ambientes um pouco incomuns, desde figuras animadas a grandes sistemas."
Até o conhecimento básico dos participantes - um grupo de eletricistas, técnicos de máquinas e mecânicos - era muito diferente. Pelo que foi muito importante adaptar os conteúdos do seminário às necessidades dos funcionários do parque.

No lado seguro

Havia um foco específico: a manutenção correta. “Para nós, a segurança dos nossos convidados é sempre a grande prioridade. Isto significa que todo o equipamento está sempre mantido de forma ideal, e que temos de responder imediatamente a quaisquer possíveis avarias", diz Michael Lichtenberger, gestor de operações do Familypark. "A maioria das nossas atrações está equipada com componentes pneumáticos, como cilindros e válvulas, e as aplicações variam dos travões da montanha-russa às portas de segurança na entrada. É por isso que queremos que a nossa formação esteja sempre totalmente atualizada." Como funcionam os circuitos pneumáticos? Qual é a melhor forma de preparar o ar comprimido? Que tipos de perigo podem ocorrer nas atrações ao ar livre? E como podemos controlar os objetos, para aumentar ou reduzir a velocidade? Estas são as perguntas centrais. “Era importante para nós sensibilizarmos os nossos funcionários da melhor forma possível. Por ex., o problema da eficiência e os custos devido ao desaparecimento do ar comprimido no vazio," explica Lichtenberger.

Muita prática, mais atenção

Os conteúdos do seminário não desapareceram no vácuo como demonstrado pela atitude dos participantes. “Mesmo que os nossos funcionários venham de diferentes áreas de trabalho, o seminário foi extremamente instrutivo para todos. Isto deve-se ao formador altamente competente da Festo", diz Erik Kovács, diretor técnico do Familypark que, acima de tudo, valoriza a experiência prática: "A parte teórica é normalmente esquecida depois de um certo tempo. Mas a sua memória deve-se àquilo que vê e experimenta por si mesmo." Dominik Müller, Junior Manager, responsável pelo trabalho e pela segurança operacional, vê da mesma forma: “Os temas foram muito bem preparados. E isto é importante, porque as atrações e a segurança dos nossos visitantes são fundamentais para nós." E acrescenta com um sorriso: "Aprendemos isso na escola. A maioria adormece durante as aulas estritamente teóricas, mas assim que é preciso experimentar, todos acordam. A mistura perfeita do nosso seminário, e ninguém adormeceu."

Com individualidade para novas alturas

Todas as atrações do parque são especiais, por isso o seminário dedicou-se às necessidades individuais dos participantes. "As coisas que nos interessavam eram abordadas de forma interessante," resume o gestor de operações Michael Lichtenberger numa nota positiva: "Definimos os conhecimentos que precisávamos, e foi exatamente o que a Festo nos deu, atendendo também às nossas necessidades." E ele está satisfeito por ter dado mais este passo em frente com os seus colaboradores, de forma a reduzir o risco de paragens para o mínimo e para melhorar a segurança operacional.
Portanto, nada impede a diversão absoluta em família e a busca por novas alturas no futuro. Por exemplo, na máquina voadora de Leonardo da Vinci, de onde vêm as seguintes palavras: "Assim que experimentas voar, passas pela terra com os olhos postos no céu, porque estiveste lá, e é para onde queres sempre voltar."

  1. Os artigos foram publicados na "Trends in Qualification" 1.2017, da revista da Festo Didactic.
  2. Imagens: Familypark / Festo / Hollunder / Matula / Draper
Visão geral