Bionic Learning Network

Bionic Learning Network

Novos impulsos para automação de fábrica/processos

No quotidiano de uma fábrica, a tecnologia de automatização assume tarefas típicas, como a recolha, o movimento e o posicionamento de mercadorias, bem como o controlo e regulação de processos. A natureza resolve todas estas tarefas de forma natural, simples e com eficiência energética. O que poderia ser mais óbvio do que olhar para os seus fenómenos e aprender com eles? Por isso, em 2006, lançámos uma rede internacional de pesquisa com universidades e institutos de renome, empresas de desenvolvimento e inventores privados: a Bionic Learning Network. Saiba mais sobre a rede e clique nos nossos Conceitos do Futuro dos últimos anos.

Quem está por trás da Bionic Learning Network?

Os participantes da Bionic Learning Network - trabalho em equipa interdisciplinar

Desde o início dos anos 90, lidamos intensamente com o tema da biónica - a transferência de mecanismos naturais e princípios de ação para a tecnologia. Com a fundação da Bionic Learning Network em 2006, foi estabelecido um intercâmbio ativo e aberto em associação com universidades, institutos e empresas de desenvolvimento reconhecidas.

A nossa equipa principal é formada por engenheiros, designers, informáticos, biólogos, especialistas em robôs e estudantes. Esta trabalha em estreita colaboração com especialistas de outros setores empresariais, bem como com parceiros externos de todo o mundo. Este trabalho de equipa aberto e interdisciplinar cria novas perspetivas e fornece novos impulsos para aplicações industriais e possíveis produtos futuros em série.

  • Festo internamente: equipa principal de projetos biónicos, pesquisa e desenvolvimento, gestão de produtos, testes, desenvolvimento de produtos, design de produtos, montagem de stands, design corporativo...
  • Universidades e institutos: : TU Berlin, Delft University of Technology, TU Ilmenau, Friedrich-Schiller-Universität Jena, Christian-Albrechts-Universität zu Kiel, Universität für künstlerische und industrielle Gestaltung Linz, Hochschule Oslo und Akershus, Department of Product Design, University of Applied Sciences Ravensburg-Weingarten, Universität Stuttgart, CIN Universität Tübingen, Universität Ulm, Fraunhofer IPA ...
  • Empresas externas: aeroix GmbH, Ebert Zobel Industrial Design GbR, Effekt-Technik GmbH, Evologics GmbH, JNTec GbR, Nnaisense SA, Sachs Engineering

A equipa BionicKangaroo: engenheiros, designers, biólogos e especialistas em software da Festo

A equipa BionicKangaroo: engenheiros, designers, biólogos e especialistas em software da Festo

O que queremos alcançar com a biónica?

Os objetivos – mais do que apenas o desenvolvimento de novas tecnologias

Estabelecer impulsos e impulsionar, inspirar e entusiasmar inovações, enquanto líder em tecnologia e como empresa de aprendizagem, perseguimos objetivos claros com a Bionic Learning Network:

  • Criar redes e motivar pessoas de diferentes áreas a desenvolver as suas ideias connosco
  • Identificar as últimas tendências em pesquisa e desenvolvimento e, assim, experimentar novas tecnologias e processos de fabrico
  • Aumentar a criatividade nos processos de busca de soluções e promover o desenvolvimento prévio de produtos através da construção de protótipos
  • Entrar em diálogo com os nossos clientes e parceiros sobre as soluções apresentadas e saber qual o feedback dos clientes sobre os temas inovadores
  • Visualizar adequadamente a nossa competência na resolução de problemas e criar soluções, de modo a deixar os jovens entusiasmados com a tecnologia e encontrar novos talentos

Os BionicANTs: suporte tecnológico, plataforma de desenvolvimento e ponto de interesse, tudo em um

Os BionicANTs: suporte tecnológico, plataforma de desenvolvimento e ponto de interesse, tudo em um

Como beneficia disso enquanto cliente?

Parceiro de desenvolvimento Festo – força motriz para inovações de clientes

Os Conceitos do Futuro da Bionic Learning Network servem como plataformas de desenvolvimento que combinam uma ampla variedade de tecnologias e componentes, desde os conceitos de fabrico, passando por produtos em série usados, até ao software e engenharia de controlo e regulação.

Através da otimização contínua das tecnologias individuais, recebemos conhecimentos e abordagens complexas para desenvolvermos e melhorarmos, juntamente consigo, novos produtos e aplicações. O conhecimento assim adquirido, faz de nós o parceiro número um para os nossos clientes OEM (Fabricantes de Equipamentos Originais) numa ampla variedade de indústrias e requisitos.

Com os componentes e soluções, serviços e conhecimentos adequados, apoiamos o desenvolvimento do seu produto desde o início e acompanhamo-lo desde a análise de mercado até à simulação de funções, passando por protótipos até à produção em série eficiente e produtiva.

O Assistente de Manuseamento Biónico: Conceito do Futuro para o desenvolvimento simultâneo de várias tecnologias transversais

O Assistente de Manuseamento Biónico: Conceito do Futuro para o desenvolvimento simultâneo de várias tecnologias transversais

Garras adaptáveis: do conceito biónico ao produto em série

O uso da garra sempre desempenhou um papel importante na Bionic Learning Network. Pois, muitas vezes, a natureza fornece impulsos surpreendentes e novas soluções para a aplicação industrial. Nos trabalhos de pesquisa interdisciplinares da rede já surgiram inúmeras aplicações biónicas de recolha, das quais foram desenvolvidos dois conceitos para se tornarem produtos em série.

Dedo de garra adaptativa DHAS: inspirado na barbatana de peixe

Dedo de garra adaptativa DHAS: inspirado na barbatana de peixe

O dedo de garra adaptativa DHAS é baseado no comportamento surpreendente da barbatana caudal de um peixe. Se se pressionar o lado da barbatana, esta não dobra, mas curva-se em torno do ponto de pressão. Os desenvolvedores implementaram tecnicamente o denominado FinRay Effect® com a ajuda de duas cintas de poliuretano flexíveis, que são conectadas entre si através de passagens intermédias.

Sejam dispostas em paralelo ou centralmente: ao agarrar, os dedos de garra estáveis, mas simultaneamente flexíveis, adaptam-se facilmente ao contorno da peça de trabalho. Isso permite a recolha suave e segura de objetos sensíveis com uma superfície irregular. O DHAS é já usado na indústria alimentar, por exemplo, na seleção de frutas e legumes.

Garra de formas adaptativa DHEF: flexível como uma língua de camaleão

Garra de formas adaptativa DHEF: flexível como uma língua de camaleão

A garra de formas adaptativa DHEF é um desenvolvimento continuado do FlexShapeGripper. O seu princípio de ação deriva da língua do camaleão. Para capturar presas, o animal deixa a sua língua sair como um elástico. Pouco antes da ponta da sua língua atingir o inseto, a mesma retrai-se no meio, enquanto as bordas continuam a avançar. Como resultado, a língua adapta-se à forma e tamanho da respetiva presa e pode envolvê-la firmemente.

O elemento central da garra é uma tampa de silicone preenchida com ligeira sobrepressão, inspirada na língua do camaleão, que se adapta de forma flexível e ajustada ao respetivo material a ser agarrado. Isso permite que um objeto a ser agarrado seja envolvido e segurado pela garra. Também é possível recolher vários objetos como, por exemplo, parafusos de um copo por meio de uma ativação adequada com válvulas proporcionais.

Leia mais na nossa revista